Coronavírus COVID-19 (em atualização)


Face à epidemia causada pelo Coronavírus 2019 (n-CoV), que se iniciou na cidade de Wuhan, China, mas já disseminado por outros continentes, e atendendo à declaração da OMS de 30 de janeiro de 2020, ao abrigo dos mecanismos do Regulamento Sanitário Internacional, de que a atual infeção com o Coronavírus 2019 (n-Cov) constitui uma Emergência de Saúde Pública de âmbito Internacional, informa-se que
A Direção-Geral da Saúde (DGS) em estreito alinhamento com as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC), tem ativado o seu plano de contingência interno.
:: vídeo sobre a importância do sabão na luta contra o coronavírus
:: Comunicado aos Encarregados de Educação
:: Plano de Contingência COVID-19
:: vídeo
:: perguntas frequentes
:: informação 1
:: informação 2
:: site da DGS

Orientações na área da alimentação

A lavagem das mãos, as medidas de etiqueta respiratória e de distanciamento social serão sempre as medidas mais importantes para prevenir a propagação da doença por novo coronavírus (COVID-19). Contudo, sabemos que um estado nutricional e de hidratação adequados contribuem, de um modo geral, para um sistema imunitário otimizado e para uma melhor recuperação dos indivíduos em situação de doença. Consulte o manual com orientações na área da alimentação que pode ser utilizado por profissionais de saúde e por toda a população, pois hoje, somos todos agentes de saúde pública.

 

Manual

https://nutrimento.pt/activeapp/wp-content/uploads/2020/03/Alimentação-e-COVID-19.pdf

 

Mais informação

https://nutrimento.pt



Informação do Serviço de Psicologia

Neste tempo de desafios e esperança, o serviço de psicologia disponibiliza-se para qualquer necessidade de apoio aos encarregados de educação, alunos, docentes e pessoal não docente. Poderão contactar estes serviços através dos emails:
spo.natalia@aeandresoares.pt
spo.irismarques@aeandresoares.pt
Sugerimos também a leitura do panfleto com informação emitida pela Ordem dos Psicólogos Portugueses.


OPE – Orçamento Participativo das Escolas 2020

O Orçamento Participativo das Escolas é uma iniciativa promovida pelo Ministério da Educação através do Despacho n.º 436‐A/2017 que pretende:
– Dar voz aos alunos;
– Resposta às suas necessidades e interesses;
– Promover a participação cívica;
– Contribuir para a comemoração do Dia do Estudante – 24 de março.

PARTICIPA!
Apresenta o teu projeto até ao dia 28 de fevereiro.
:: mais informação
:: legislação


Novos alunos: o desafio da integração

A presença de alunos imigrantes nas escolas portuguesas tem vindo a assumir uma dimensão cada vez maior. Em Braga é inegável o aumento de alunos de diversas nacionalidades integrando o sistema de ensino. É rara a semana em que o Agrupamento de Escolas André Soares não se confronta com a chegada de novos alunos provenientes de diferentes países, principalmente, nesta fase do ano, do Brasil, dado que aí, o ano escolar termina em dezembro. Com as turmas já superlotadas, os constrangimentos são de vária ordem – organização de processos, atribuição de manuais escolares, atenção redobrada na necessidade de articular respostas eficazes de integração. Os currículos não são iguais e, apesar termos a mesma Língua, a barreira linguística mantém-se, pois os alunos vêm de zonas muito diferentes do Brasil em que a entoação, dicção, sonorização e articulação é diferente.
:: ler o artigo completo


Perdidos e achados

Ano após ano, a escola confronta-se com a grande dificuldade de gerir os “perdidos e achados”. Ainda estamos em outubro, com apenas um mês de aulas, e já não sabemos o que fazer a tantos objetos abandonados, esquecidos, deixado aqui e ali, no vão da escada, no balneário, no banco do recreio,… Desde equipamentos de desporto, casacos, camisolas, enfim, tantos e tão variados (até os mais improváveis) objetos que diariamente os alunos esquecem nos espaços da escola. Todos os dias são expostos à entrada, na portaria. Peças de roupas que nunca são reclamadas pelos seus donos.
Nas escolas do primeiro ciclo e jardins de infância é mais fácil esta organização, pois os mais pequeninos são sempre acompanhados mais de perto e os seus pertences estão melhor identificados. Além disso são menos e estão quase sempre nos mesmos espaços. Mas crescem, começam a frequentar o quinto ano, e tudo muda!
:: ler o artigo completo


Plano Nacional das Artes

O Agrupamento de Escolas André Soares aderiu, no ano letivo 2019/2020 , ao Plano Nacional das Artes (PNA) através da implementação de um Projeto Cultural de Escola em parceria com entidades locais, estruturas artísticas, culturais e patrimoniais, e a comunidade educativa.

A missão do PNA é promover a transformação social, mobilizando o poder educativo das artes e do património na vida dos cidadãos: para todos e com cada um. O PNA é uma estrutura de missão instituída pelo Ministério da Cultura e pelo Ministério da Educação, para o horizonte temporal 2019-29.