Daily Mile: Um Passo para um Futuro Saudável na EB1 de Ponte Pedrinha

A 24 de maio, sexta-feira, a Escola EB1 de Ponte Pedrinha, abraçou, mais uma vez, o “Daily Mile” e quebrou a sua rotina escolar para uma corrida de 15 minutos, levando os alunos a um pico de alegria, promovendo a prática desportiva. É sempre necessário motivar as crianças para se exercitarem e liberarem energia desfrutando de atividade física.
O “Daily Mile” desempenha um papel significativo no bem-estar geral das crianças, preparando-as para uma vida ativa e repleta de conquistas. Além disso, esta atividade melhora a atenção, concentração e promove melhores práticas desportivas, atendendo às necessidades essenciais das nossas crianças.
Correr é sempre uma sensação agradável, associada ao exercício físico, à alegria, à superação e à determinação para alcançar objetivos. 
Continuamos comprometidos em cultivar hábitos saudáveis e em incentivar um estilo de vida ativo e equilibrado para todos os nossos alunos.
O “Daily Mile” na EB1 de Ponte Pedrinha vai além de uma simples corrida e para as nossas crianças é um passo rumo a um futuro mais saudável. 


 

Crescimento dos Valores Olímpicos no Pré-escolar do Fujacal

Os alunos do pré-escolar do Fujacal, continuam a crescer motivados com mais movimento e alegria com o desenvolvimento dos Valores Olímpicos. Através de jogos que promovem a atenção, coordenação, equilíbrio e lateralidade. As capacidades motoras são desenvolvidas e melhoradas fazendo com que as crianças sintam um maior gosto pela escola.
As crianças brincam e aprendem sem esforço. A lateralidade e o equilíbrio são aprimorados em cada exercício e jogo, com muita dedicação e empenho resultando em sucesso e alegria. Crescem de forma harmoniosa ,aprendem a respeitar as regras, a valorizar as diferenças e a tratar todos com igualdade. 
Esses momentos desportivos não são apenas uma parte do dia, mas sim um ponto alto de felicidade no meio da rotina escolar. São verdadeiras fontes de alegria, onde os sorrisos são abundantes e o tempo voa com muita diversão. 


 

Em Braga procura-se promover a polinização das plantas por abelhas

Após ter apostado na reabilitação de espaços verdes da cidade, o Município de Braga promove a polinização por abelhas melíferas no Parque das Camélias e Parque Picoto.
É com um olhar para o futuro que para o vereador do Ambiente e Alterações Climáticas, Altino Bessa, o município de Braga “tem explorado formas de transformar o Parque das Camélias, Parque Picoto, Quinta Pedagógica e espaços verdes de escolas, em locais que contribuam para a educação ambiental, experimentação de soluções amigas do ambiente, divulgação e disseminação de boas práticas”. Algumas das soluções encontradas para proteger o habitat das abelhas melíferas, passam por “reduzir a frequência do corte da relva e vegetação espontânea, como margaridas e dentes-de-leão, cuja floração tem como função alimentar as abelhas”. O município aposta ainda na colocação de placas, que informam os cidadãos sobre a importância do crescimento de plantas para a proteção das abelhas. Ainda que focada nas abelhas melíferas, emblemáticas pelo seu aspeto ambiental, social e económico, esta medida beneficia todos os polinizadores: vespas, borboletas, formigas, entre outros.
:: ler o artigo completo


 

As crianças, a energia, o movimento e o convívio

A dinâmica familiar enfrenta, atualmente, grandes desafios. Problemas sociais, organização laboral descontínua, estendida por todos os dias da semana, afetam extraordinariamente os momentos importantes de convívio familiar, os passeios de fim de tarde, as refeições calmas e dialogantes, a atenção a todos os sinais de fragilidade, de angústia, de conflito interior, de dificuldade de relacionamento em grupos, na escola e nos tempos livres. Brincar com os filhos é o maior e melhor convívio. O exercício físico e a diversão em conjunto produzem a harmonia individual, reforçam os laços familiares, fortalecem o sentimento de integração completa.

:: Página com as crónicas da Dra. Maria Graça Moura


Mobilidades Erasmus+, EBEP (élèves à besoins éducatifs particuliers) e “Clean Air Now for a Sharp Future”

 

Durante a semana que decorre, duas equipas de professores do Agrupamento de Escolas André
Soares encontram-se em mobilidade em França- Montbéliard e em Itália- Roma. 
Uma dezena de professores e diretores do projeto EBEP estão desde segunda-feira na Escola Jean-
Jacques- Rousseau de Voujeaucourt.  Vindos de Itália, Grécia e Portugal participam na quinta e
última mobilidade. O programa de intercâmbio começou há dois anos e os encontros permitem
perceber como cada país aborda a questāo dos alunos com necessidades educativas especiais.
Os alunos de Rousseau acolheram os parceiros com cantos, danças, declamação de poesia e
outras performances, partilhando momentos de verdadeira integraçāo, nos quais os alunos EBEP
assumem particular relevo. De igual modo, a observação de aulas teórico-práticas e de diversos
ateliers orientados para a vida ativa/profissional permitem um olhar crítico e comparativo
relativamente às práticas pedagógicas de cada sistema educativo envolvido. Se é notório o
enriquecimento destes dois anos de partilha, é também evidente a constatação da diferença entre
os países ao nível de prioridades no investimento de recursos humanos e materiais no âmbito da
educação inclusiva.
Em Roma, desenvolvendo “Clean Air Now for a Sharp Future” de igual forma se vive a partilha ativa
de atividades das escolas dos vários países representados, a saber, Itália, Alemanha, Espanha e
Portugal. 
As equipas presentes participam em atividades práticas com alunos das escolas italianas, ajudando
a promover a consciencialização da necessidade da proteção e preservação do ambiente. 
Este projeto, para além de promover a troca de atividades e experiências entre países, ajuda a
entender o problema e as possíveis abordagens para lidarmos com algo que ultrapassa barreiras
culturais e linguísticas – a promoção de um presente com melhor qualidade de vida para as nossas
crianças e adolescentes e um futuro melhor, num planeta mais limpo, mais saudável. 
Destes projetos resulta um enriquecimento mútuo e a convicção de que é possível fazer sempre
mais e melhor.


 

Torneio de xadrez AEC


Os alunos da EB Ponte Pedrinha que frequentam xadrez nas AEC (Atividades de Enriquecimento Curricular) tiveram o torneio na EB de Gualtar, agrupamento de escolas Carlos Amarante.
Foram ao torneio os cinco melhores de cada turma, um total de 40 alunos.
A nossa escola trouxe 2 medalhas de ouro, 1.° ano – Miguel Carvalho, 3.° ano – Vicente e uma medalha de bronze, 2.° ano – Arthur.
Todos os participantes estão de parabéns.