Ponte Pedrinha na Quinta Pedagógica


Os alunos de 2.º Ano da Escola de Ponte Pedrinha visitaram a Quinta Pedagógica (Braga) no dia 28 de novembro.
O 2.º E fez “Fidalguinhos”, biscoitos típicos de Braga, parecem mesmo uns pasteleiros!
Depois da realização da atividade fizeram uma visita à quinta.


Escola do Carandá com candidatura vencedora no Orçamento Participativo

No ano letivo anterior e numa sessão de A Voz aos Alunos, realizada em 15 de janeiro (no âmbito da Autonomia e Flexibilidade Curricular), os professores orientaram os alunos numa reflexão sobre tudo o que seria necessário mudar na Escola do Carandá para a tornar melhor, para fazer dela um espaço onde pudessem crescer com alegria.
O resultado dessa iniciativa foi estabelecer como grande prioridade a necessidade de adaptar o recreio aos alunos, às suas brincadeiras, à sua idade.
Daqui surgiu uma candidatura ao Orçamento Participativo Escolar que acabou por sair vencedora na recente eleição de projetos que ocorreu no espaço GNRation.


Diplomas de Mérito da escola do Carandá

Alunos, professores, assistentes operacionais e encarregados de educação da Escola Básica do Carandá foram convidados, no final da tarde de ontem, a amarrotarem uma folha de papel de revista. Desafio estranho para quem se deslocou ao auditório Braga Simões, na EB23 André Soares, para a cerimónia de entrega de diplomas de mérito, mas com o qual se chamou a atenção para as marcas que o “BULLYING” provoca nos alunos e noutros agentes da comunidade educativa.
A coordenadora da Escola Básica do Carandá explicou que com aquele «pequeno gesto» pretendeu-se contribuir para a mudança de atitudes que evitem as situações de “BULLYING” encenadas por alunos na primeira das cinco cerimónias de entrega de diplomas de mérito promovidas no Agrupamento de Escolas André Soares.
“Diz não ao BULLYING- Somos todos responsáveis” sentenciou-se na festa do reconhecimento académico e dos valores sociais e cívicos evidenciados por alunos da Escola do Carandá no passado ano letivo, tendo os encarregados de educação sido confrontados com a ideia de que “parte muito de casa a ajuda para combater o BULLYING” escolar.
Maria da Graça Moura, diretora do Agrupamento de Escolas André Soares, destacou, em declarações aos jornalistas, que, a par das competências académicas a comunidade escolar valoriza muito “o desenvolvimento de competências sociais e de valores humanos” aos alunos.
Os prémios de valor ontem entregues a alunos da Escola Básica do Carandá revelaram o bom desempenho social de alunos que foram, no ano letivo transato, “amigos, colaborantes, solidários, respeitadores e organizados”, destacou a diretora, relevando também o facto de o Agrupamento André Soares desenvolver vários programas de voluntariado.
Na atribuição dos diplomas de valor ”estamos a ser cada vez mais rigorosos para elevar a fasquia”, considerou Maria da Graça Moura.
As cerimónias de entrega de diplomas de mérito académico e de valor prosseguem dias 3, 9, 10 e 11 nos restantes estabelecimentos do Agrupamento de Escolas André Soares.

Estamos a ser cada vez mais rigorosos para elevar a fasquia. Queremos fazer dos alunos bons cidadãos.
palavras da Dra. Maria da Graça Moura, Diretora do Agrupamento de Escolas André Soares
fonte: Correio do Minho” dia 28 de novembro 2019


Voz aos Alunos na Ponte Pedrinha

Na Escola da Ponte Pedrinha realizou-se uma atividade chamada “Voz aos alunos”.
Esta atividade serviu para falarmos sobre um tema muito importante, que por vezes acontece nas escolas. Esse tema é o Bullying nas escolas. Começamos por ver um pequeno filme animado sobre um menino que sofreu muito por ser vítima de agressões físicas (palmadas na cabeça, faziam-lhe rasteiras, prendiam-no no armário,…) e verbais (chamavam-lhe nomes, gozavam com ele, …). De seguida conversamos sobre o que vimos no filme e alguns colegas partilharam experiências parecidas que já viveram. Ao dialogarmos compreendemos o significado da palavra Bullying, as consequências que pode originar e que pode acontecer com cada um de nós.
Após este debate chegámos à conclusão que todos juntos podemos e devemos mudar estes comportamentos na nossa escola.


A Terra tremeu

No dia 15 de novembro, às 11h15, no Centro Escolar de Ponte Pedrinha fizemos o simulacro “A Terra tremeu”.
É muito importante saber como agir se a Terra tremesse mesmo.


S. Martinho na Ponte Pedrinha

Dia 11 de novembro, no Centro escolar de Ponte Pedrinha, cumprimos a tradição. Os Pequeninos do JI (Jardim de Infância) vieram à Escola e todos juntos comemos as castanhas assadas.
S. Martinho fez o milagre e o sol brilhou.
Dançámos, cantámos e foi muito divertido.

“O ouriço já secou
Já caiu a castanhinha
Hoje é dia de comer
Uma castanha assadinha”


Escritora Palmira Martins no Centro Escolar de Ponte Pedrinha

A Escritora Palmira Martins veio ao Centro Escolar de Ponte Pedrinha.
No dia 28 de outubro esteve no Jardim de Ponte Pedrinha e a 4 de novembro na EB de Ponte Pedrinha.
A escritora nasceu em 1956, em Santa Maria de Lamas, concelho de Santa Maria da Feira.
Em 1973 concluiu o curso do Magistério Primário.
Em 2000 tirou a Licenciatura em Professores do 1.º Ciclo do Ensino Básico.
Em 2009 iniciou-se na escrita de literatura infantojuvenil. Nesse mesmo ano, recebeu o Prémio Revelação APE/BABEL 2009, pela obra ‘Carrossel de Sonhos.
Em 2010 recebeu o Prémio Conto Nacional Infantil, pelo conto ‘Concerto de Outono’ e o Prémio Maria Rosa Colaço 2010 (modalidade de literatura para a infância), pela obra ‘O Relógio Real’.

Obras publicadas:
– O Grilinho Tenor, Trampolim Edições, 2010;
– O Relógio Real, 2010;
– O segredo da Lagarta Serafina, Trampolim Edições, 2012;
– O Ecofeitiço e outras histórias, Areal Editores, 2012;
– Carrossel de Sonhos, Verbo, 2014;
– Conversas de Capoeira e muita Brincadeira, Editora Educação Nacional, 2015.


Semana da alimentação na Ponte Pedrinha

Na Escola da Ponte Pedrinha celebrou-se a semana da alimentação com várias atividades.
Fizemos gelatina de vários sabores e no dia da alimentação degustamos cada um deles; uhmmm que delícia!!!!

Uma Alimentação Saudável…
– Deve ser variada e equilibrada
– Deve ser rica em alimentos com fibras vegetais que ajudam a nossa barriguinha a funcionar melhor e a deitar fora (expelir) as gorduras que comemos a mais.
– A Alimentação Saudável protege o nosso corpo contra muitas doenças como: problemas de coração, diabetes, colesterol, tensão alta (hipertensão) e outros problemas de saúde.
(3.º E, texto coletivo)

Dia da alimentação
Devemos fazer uma alimentação saudável, isto é: uma alimentação variada (comer alimentos de cada grupo e beber água), equilibrada e completa.
Podemos, também, beber sumos naturais ou chás sem açúcar. As crianças não devem beber álcool.
Os refrigerantes, bolos, chocolates, compotas e rebuçados são ricos em acúcar por isso, devem ser consumidos com moderação e só em ocasiões festivas.
Devemos ingerir alimentos com pouco sal. Devemos substituir o sal por ervas aromáticas (salsa, alecrim, tomilho, hortelã, canela, louro, orégãos) e também podemos usar especiarias (noz moscada, açafrao, colorau…).
A leitura atenta dos rótulos é fundamental na seleção dos alimentos.
(4.º D ,  texto coletivo)