Projeto “Um Salto de Gigante”

O Projeto “Um Salto de Gigante” (2019/2020) centra-se na sequencialidade/articulação entre a Educação Pré-Escolar e o 1.º Ciclo do Ensino Básico, com o objetivo de conhecer e implementar estratégias facilitadoras do processo de transição/adaptação entre o Pré-Escolar e o 1.º Ciclo do Ensino Básico.

Conhecer a forma como é vivenciada pelas crianças e docentes a fase de transição e adaptação do Pré-Escolar para o 1.º Ciclo do Ensino Básico; que fatores afetam a transição e consequente adaptação das crianças à mudança de ciclo?
As ações de diagnóstico e a interpretação dos dados produzidos pelos vários instrumentos de monitorização permitirá tomadas de decisões sobre medidas educativas a adotar e/ou reformular.
Este Projeto, foi formulado, tendo já por base as fragilidades diagnosticadas nos momentos de reflexão em reuniões de departamento da educação pré escolar ,reuniões de articulação educadoras/professores do 1º ciclo. Face ao um grande número de crianças, com dificuldades ao nível da linguagem oral e ao nível do comportamento, problemáticas registadas nas atas das reuniões evidencia-se uma orientação da ação na promoção de competências a nível da consciência fonológica e competências socio emocionais contribuindo para a promoção de desenvolvimento das áreas de competências inscritas no Perfil dos alunos à saída da escolaridade obrigatória, nomeadamente, a capacidade de resolução de problemas, relacionamento interpessoal, os pensamentos crítico e criativo, a cidadania.
Com este Projeto pretendemos implementar programas de ações preventivas na promoção de competências socioemocionais, com objetivo de dar oportunidade às crianças para desenvolverem um conjunto de capacidades sociais, emocionais no sentido de as tornar mais aptas a lidar com as adversidades do dia-a-dia, pretendemos promover competências de literacia emocional incluindo autoconsciência, autorregulação e motivação, assim como, competências de resolução de problemas Trabalhar a inteligência emocional das crianças vai permitir o desenvolvimento de cinco capacidades essenciais: reconhecer as próprias emoções, saber controlar as próprias emoções, aproveitar o seu potencial, colocar-se no lugar dos outros e criar relações sociais. Outro requisito importante é ser capaz de comunicar emoções e sentimentos e como problemas comunicação/ linguagem podem colocar a criança em uma trajetória de desajustamento é fundamental para a prontidão para a escola e para o ajustamento psicossocial e emocional, pretendemos também implementar um programa de ação preventiva na promoção de competências a nível da comunicação/linguagem oral.
Estes programas de intervenção serão implementados de forma transversal em articulação com atividades consagrados no Plano Anual de Atividades seguindo os princípios e finalidades nas áreas de intervenção dos seguintes programas e projetos:
Projeto aLer+2027 - através de atividades e experiências de comunicação e interação focalizadas no desenvolvimento das várias dimensões da linguagem com recurso aos livros de histórias permitirá à criança a identificação de sentimentos, desenvolvimento da literacia emocional.

Projeto PES - pretendemos ir de encontro a um dos princípios deste projeto na construção de redes de afetos, que melhorem a, comunicação e as relações interpessoais e que, em última instância, “promovam saúde física e mental indispensável à capacitação para a adoção de comportamentos saudáveis”.

Estratégia de Educação para Cidadania e Desenvolvimento - nos primeiros anos, a cidadania está relacionada com o desenvolvimento pessoal, social e emocional das crianças. É nesta linha que aparece, no âmbito das Orientações Curriculares para a Educação Pré-escolar, definidas pelo Ministério da Educação A Formação Pessoal e Social aparece, então, numa perspetiva globalizante, assente numa organização do ambiente educativo que deverá promover experiências educativas que deem sentido aos diferentes conteúdos; é uma área transversal e integradora de todo o processo educativo (onde se inscreve a educação para a cidadania) e, por conseguinte, integradora de todas as outras áreas de conteúdo, a saber, área de Expressão e Comunicação e a área do Conhecimento do Mundo.

Projeto PNA - a Arte é uma linguagem universal, que transmite significados impossíveis a qualquer outro tipo de linguagem, seja esta linguagem semântica, dialógica ou científica. Assim, educar para a cidadania, para a transformação social, para o bem-estar coletivo, é impossível se a educação não abarcar a dimensão artística e patrimonial. É hoje uma certeza comprovada cientificamente que a Arte como expressão pessoal e cultural se apresenta como um instrumento essencial no desenvolvimento social e humanista das crianças e dos jovens, desenvolvendo a perceção e a imaginação, possibilitando a apreensão da realidade do meio envolvente, e desenvolvendo a capacidade critica e criativa, assumindo-se ainda como o instrumento por excelência para educar as emoções. Por meio de produções artísticas, como a musica, dança  o teatro, a pintura, a escultura, o desenho, o lado emotivo é despertado. Os recursos como as artes podem auxiliar no processo de identificação das emoções e dos sentimentos. A arte ajuda a expressar sentimentos difíceis de serem falados.

Projeto Saber Crescer - O projeto “Saber Crescer, faz parte do Plano Integrado e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar do Concelho de Braga. A intervenção através de uma equipa de terapeutas fala, visa promover a consciência fonológica.


“Ajudar as nossas crianças a conhecerem-se a si próprias,a gerir as suas emoções para se construírem interiormente e poderem ser PESSOAS emocionalmente inteligentes, capazes de, conhecendo-se e conhecendo os outros, interagir de uma forma positiva, contribuindo para um mundo melhor e mais feliz.”


Na biblioteca da Escola de S. Lázaro, foram contadas às crianças das turmas do 1.º ano, histórias com emoção no âmbito do projeto “Um Salto de Gigante”.
As histórias “O Monstro das Cores”, ”A Bondade Cresce” e “Uma Prenda de Natal”, pretenderam trabalhar as emoções, gerir situações e ajudar a lidar com os sentimentos através de várias atividades.

  • Agenda