Concurso Nacional de Leitura

Nos dias 9 e 10 de março o Agrupamento André Soares fez-se representar na fase concelhia do Concurso Nacional de Leitura, com a participação de duas alunos de cada ciclo.
Todas tiveram uma prestação excelente, mas damos destaque às duas alunas que venceram na prova escrita e na prova de palco, indo agora representar o Agrupamento na fase intermunicipal, que se vai realizar em Amares, no dia 20 de abril.

Uma salva de palmas especial para a Íris Rodrigues do 6.º F e para a Mariana Marin do 8.º C, que são as grandes vencedoras.


Mapa Sonoro da Leitura Autónoma – 7.ºA

Num trabalho de articulação, a Biblioteca Escolar e a disciplina de português aliam a leitura autónoma dos alunos à sua formação nas literacias digitais e tecnológicas. Após uma sessão formativa, explorando o Genially e o Canva, os alunos do 7ºA, turma do Projeto Piloto dos Manuais Digitais, gravaram pequenos excertos das obras que os próprios selecionaram para a sua leitura autónoma e elaboraram um mapa sonoro.
A partilha das leituras consubstanciou-se ainda na elaboração das fichas de leitura e nas apresentações orais.


 

Encerramento do Centenário de José Saramago

No dia 16 de novembro encerram-se as comemorações do Centenário de José Saramago.
a) na primeira aula desse dia, o docente acompanha a sua turma e visualiza um vídeo de  3, 25 minutos, da RTP Ensina, acedendo a este llink  https://ensina.rtp.pt/artigo/jose-saramago
b) durante essa mesma manhã, entre as 10:10h/11:00h, os alunos do 3.º ciclo passarão pelas salas de aula e outros espaços/serviços da escola para lerem um pequeno texto do escritor.
c) na biblioteca, estarão expostas algumas caricaturas de Saramago da autoria dos alunos do 9.º ano que frequentaram a Escola André Soares em 2021/2022.

ArtEscrit@: A arte e a escrita com a biblioteca escolar

Na semana proclamada pela UNESCO como a Semana Internacional de Educação Artística (4.ª semana de maio), apresentamos ArtEscrit@, um projeto das Bibliotecas do 1.º ciclo do Agrupamento de Escolas André Soares, apoiado pela Rede de Bibliotecas Escolares no âmbito da candidatura “Ideias com Mérito” que articula a sua ação com o Plano Nacional das Artes do Agrupamento.
O projeto ArtEscrit@ desenvolveu-se, em 2020/ 2021 em todas as turmas de 3º ano e em 2021/ 2022 desenvolve-se nas mesmas turmas, agora no 4.º ano. Pretende-se envolver os alunos no conhecimento do património artístico, no sentido estético, por via da produção e comunicação escrita.
O projeto contempla as vertentes artísticas – arquitetura, pintura, dança, música, teatro e literatura, em articulação com o Plano das Artes e com as disciplinas de Português, Cidadania e Expressões.
Em cada período escolar é trabalhada uma forma de arte, na hora semanal da turma, na biblioteca com o professor bibliotecário, mas também em sala de aula com o professor titular de turma para a produção escrita.
A estratégia de ação do projeto é sustentada na vivência artística, como tema gerenciador e motivador para, conhecendo e trabalhando o sentido estético, culminar no desenvolvimento de atividades diversificadas relacionadas com a escrita de textos. Nesta ação de escrita, os alunos realizam pesquisas orientadas para recolher informação relacionada com a vivência artística realizada, transformam esse produto em texto informativo/ narrativo e, numa fase posterior, usando ferramentas digitais, rescrevem o texto, que é publicado/divulgado no site do projeto. Este ato de escrita apela também à criatividade e recurso à intertextualidade. São usadas metodologias em que os alunos assumem uma participação ativa, sendo construtores de conhecimento, usando como estratégia o trabalho individual, mas também o trabalho a pares e de grupo, numa lógica de trabalho colaborativo.
Estas ações, desenvolvidas no âmbito do projeto, têm proporcionado aos alunos envolvidos a estimulação da curiosidade em conhecer e valorizar a arte em geral e a arte local, ao mesmo tempo que desenvolvem competências ao nível do gosto e da estética e a adoção de comportamentos e atitudes de valorização e preservação em relação à arte. As artes foram o fio condutor do objetivo principal que é o desenvolvimento de competências de escrita ao nível de diferentes tipos de texto e secundariamente o desenvolvimento de competências digitais.
As atividades já realizadas e os trabalhos produzidos pelos alunos podem ser consultados no site do projeto: https://bibandresoares.wixsite.com/projetos/artescrit


 

Dia da Língua Portuguesa

Em 2019, a UNESCO decidiu proclamar o dia 5 de maio de cada ano como Dia Mundial da Língua Portuguesa, data que já era comemorada desde 2009 pelos países da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).
A Escola André Soares aderiu à iniciativa Latitudes da Língua Portuguesa, lançada pela Rede de Bibliotecas Escolares, e o 5.º A (9h15) e o 7.º D (10h30) vão estabelecer ligação com uma turma da Escola de Santiago do Cacém e outra de Angra do Heroísmo, para falar de “nós, a nossa escola, a nossa cidade”.