Projeto Expressar

O Projeto Expressar Portugal Brinca Igual surge do interesse mútuo em fortalecer laços históricos, culturais, linguísticos e sociais entre Portugal e a Galiza. O nosso agrupamento não ficou indiferente a este projeto através do qual se pretende que os alunos, além de promoverem o seu conhecimento linguístico, fomentem o conhecimento histórico de Portugal e da Galiza, assim como estimulem as suas relações socio-educativas. 
Convidamos-vos a percorrerem as páginas deste «livro» para ficarem a conhecer este primeiro contacto.


Erasmus+ André Soares na Polónia

Durante esta semana, um grupo de alunas e professoras, encontram-se em Gdansk, Polónia no âmbito do projeto ERASMUS + “Joyful School”.

Nesta penúltima mobilidade pretende-se promover o intercâmbio cultural e a partilha de boas práticas, possibilitando aos alunos participantes a oportunidade de viajarem para o estrangeiro, explorar diferentes culturas e contactar com estudantes de diversas nacionalidades, aplicando/ desenvolvendo os seus conhecimentos da língua inglesa.
A semana iniciou-se com a calorosa e surpreendente receção preparada pela escola anfitriã, Szkola Podstawowar, onde se destacou a canção vencedora do Festival Eurovisão, “Amar pelos dois”, cantada em português por uma aluna polaca.
As alunas da escola André Soares participam ao longo da semana em atividades, apresentações e partilha dos trabalhos, workshops, visitas a museus, nomeadamente Workshop até The Shakespeare Theatre, visita ao Âmbar Museum, Malbork Castle, Crookes House.
As alunas continuarão as atividades até ao final da semana, desenvolvendo assim a sua cidadania europeia.


Um Charco! Um Projeto!

Numa cultura de ambiente colaborativo, motivacional e de proteção, professores e centenas de alunos da EB 2,3 André Soares contribuiu para a construção do Charco no jardim da Escola.
Com orientações da Casa de Ciência de Braga, o Clube de Ciência Viva e a equipa Eco escolas, com o apoio incondicional dos docentes e dos alunos da nossa escola, assim como, de outras entidades que colaboraram, particularmente a Câmara Municipal de Braga, tornou possível este concretizar. De uma forma arrojada, procuramos que este projeto possa servir para os alunos como um ambiente promotor do sucesso escolar a partir do desenvolvimento de aprendizagens pelo ensino experimental demarcado pela ciência e tecnologia. O ensino nesta abertura, pode atuar transformando potenciais em competências para a vida. Por outro olhar, enriquecer a escola com mais recursos, motivações e compreensão que no nosso planeta há uma liberdade de ingresso que tem como contrapartida a necessidade de observância de regras resilientes de proteção, conservação, sustentabilidade e valorização por parte de cada um.
Os alunos através da sua construção, manutenção, estudo, alcançarão conhecimentos que no futuro diligenciem o desenvolvimento social e económico, cientifico e de realização humana e cultural, reconhecendo que é com um uso razoável dos recursos da Terra e preservando as espécies e os habitats naturais que conseguimos um desenvolvimento sustentável.
Contagiar os alunos a disseminar ciência para com os outros alunos e professores, compreender uma forma de vida sustentável e ser um agente ativo na sustentabilidade do planeta, é o retorno efetivo desejado com este projeto.


 

Experimentar ciência com 150 alunos do 1.º Ciclo

O grupo disciplinar de Física e Química está a desenvolver o projeto “Experimentar Ciência no 1.º ciclo “, no âmbito das ciências experimentais, que visa destacar a importância das atividades de caráter experimental no processo de aprendizagem dos mais novos. O projeto teve início no presente ano letivo nas escolas do Agrupamento – EB1 do Carandá, EB/JI S. Lázaro e Centro Escolar de Ponte Pedrinha.
Com este projeto pretende-se promover o contacto com as Ciências Experimentais no 1.º ciclo, em particular nos 3.º e 4.º anos de escolaridade, sendo esta uma área de grande motivação para os nossos alunos. São realizadas atividades práticas envolvendo os alunos que desta forma participam como elemento ativo nas suas próprias aprendizagens, de acordo com as temáticas da disciplina de Estudo do Meio e os seus interesses. Sendo o ponto de partida uma questão-problema, os alunos são levados a colocar hipóteses e, após experimentação orientada, a tirar conclusões despertando a sua motivação, curiosidade e pensamento crítico.
As seis docentes dinamizadoras deste projeto consideram-no um investimento para o futuro dos alunos e o ambiente tem sido de grande entusiasmo.


 

Orçamento Participativo das Escolas (OPE)


Reunião de Delegados de Turma
O Orçamento Participativo das Escolas (OPE) constitui uma oportunidade que garante aos alunos a possibilidade de participarem no desenvolvimento de um projeto que contribua para a melhoria das escolas que frequentam e do qual possa beneficiar ou vir a beneficiar toda a comunidade escolar.
O arranque do OPE na Escola André Soares aconteceu no dia 7 de fevereiro no auditório Braga Simões. Perante a assembleia de delegados de turma, a coordenadora divulgou todos os passos que os alunos devem seguir para apresentarem a sua proposta.
O OPE promove o envolvimento dos alunos na experiência democrática, nos princípios da representação e da construção de projetos para o bem comum. Fomenta o espírito de cidadania e valoriza a opinião e a capacidade argumentativa dos estudantes nos processos de decisão.
Todas as orientações podem ser consultadas no placard que se encontra no átrio da Escola André Soares.

Para saber+
https://opescolas.pt
https://escolamais.dge.mec.pt/acoes-especificas/ope-inclui

Ana Paula Saraiva (Coordenadora)


 

Erasmus

Informa-se toda a comunidade educativa que, durante a próxima semana, realizar-se-á a segunda mobilidade do projeto “Joyful School”. Assim estarão na escola professores e alunos da Roménia, Polónia e Turquia.
Serão desenvolvidas diferentes atividades de acordo com o projeto cujo tema da mobilidade é “Photo-stories”.


Erasmus+


Uma equipa de professores e alunos do Agrupamento de Escolas André Soares deslocou-se a Salihli ,na Turquia, para uma mobilidade do projeto KA2- “Joyful School” que juntou parceiros da Polónia, Roménia, Turquia e Portugal. As mobilidades estiveram interrompidas devido à situação pandémica, tendo o projeto continuado com as atividades a nível de escola e online. Este projeto pretende envolver os alunos na construção de uma escola mais motivadora, divertida e dinâmica, de forma a que a escola não se limite a um espaço de saber, mas também de diversão. Este projeto assume, assim, mais significado pelo facto dos jovens se terem visto privados das suas interações e socialização, ao longo de quase dois anos.
Neste encontro, na escola Durasilli Mimar Sinan, em Salihli, desenvolveram-se diversas atividades, como a construção de puzzles, marcadores de livros, Huge Jenga game, torneios desportivos e de orientação, tendo culminado na partilha gastronómica dos diferentes participantes.


 

Clubes Centurium e Milage (atualizado)

Vencedores Campeonato Nacional Centurium MMXXI



Laboratório de Matemática

Coordenadora – Professora Bela Soares

CENTVRIVM – Programa Educativo de Jogos de Tabuleiro Ancestrais
O programa Centurium – Torneio de Jogos Romanos de Tabuleiro – tem por base quatro jogos de tabuleiro existentes no tempo do império romano – Tábula, Soldado, Moinho e Seega – que são a génese de muitos dos jogos da atualidade. Devido ao período de confinamento em que nos encontramos, o programa para este ano contempla apenas Torneios online para três jogos: Moinho, Soldado e Seega.
Aparece, treina connosco e faz parte do nosso Clube Centvrivm! E, se gostares, podes ser um dos apurados para representar a tua turma no campeonato de apuramento a nível de escola e para representares a escola na final nacional online!
O clube vai funcionar, via Google Meet, no seguinte horário:

2.º ciclo

4.ª feira:
  14h35 – 15h25 –
https://meet.google.com/zxe-ctea-ivu
  15h35 – 16h25 – meet.google.com/kus-ydrf-ium
5.ª feira:
  14h35 – 15h25 –
https://meet.google.com/zxe-ctea-ivu
  15h35 – 16h25 – https://meet.google.com/zxe-ctea-ivu


3.º ciclo

3.ª feira:
  08h10 – 09h00 – https://meet.google.com/vpv-ipsm-tib
  09h05 – 09h55 – https://meet.google.com/vpv-ipsm-tib
  11h05 – 11h55  – https://meet.google.com/vpv-ipsm-tib
4.ª feira: 17h30 – 18h20 – https://meet.google.com/kus-ydrf-ium
5.ª feira: 10h05 – 10h55  – https://meet.google.com/sgi-uoiy-zzk
6.ª feira:
  09h05 – 09h55 –
https://meet.google.com/zxe-ctea-ivu
  15h35 – 16h25 – https://meet.google.com/sgi-uoiy-zzk



MILAGE APRENDER+
Desenvolvida pela Universidade do Algarve a app MILAGE Aprender+ para dispositivos móveis, permite aos alunos acederem a conteúdos pedagógicos, dentro e fora da sala de aula. É uma ferramenta de apoio aos alunos na resolução autónoma de fichas de exercícios. De modo a estimular e apoiar a realização das várias atividades propostas, a interface da app MILAGE Aprender+ incorpora características de gamificação, com diferentes níveis de dificuldade de exercícios, para apoiar alunos com maiores dificuldades de aprendizagem matemática e incluir também alunos mais avançados. Para além disso, a app MILAGE Aprender+ inclui ainda um esquema de auto-avaliação e de avaliação pelos pares que visa estimular o trabalho autónomo do aluno.
Se queres fazer parte do Clube Milage Aprender + e resolver exercícios de matemática de forma muito inovadora só tens de entrar no link e ter o telemóvel contigo!

 

2.º ciclo

3.ª feira: 13h40 – 14h30 – https://meet.google.com/kus-ydrf-ium
4.ª feira: 16h35 – 17h25 –
https://meet.google.com/kus-ydrf-ium


3.º ciclo

3.ª feira: 10h05 – 10h55 –  https://meet.google.com/zxe-ctea-ivu
5.ª feira: 11h05 – 11h55m – https://meet.google.com/sgi-uoiy-zzk

Laboratório de Matemática
Coordenadora – Professora Bela Soares


 

Agrupamento André Soares reconhecido como Escola Inovadora pelo projeto Milage Aprender+

Foi atribuído ao Agrupamento de Escolas André Soares o selo de “Escola Inovadora”, como reconhecimento das práticas pedagógicas inovadoras com recurso à plataforma MILAGE APRENDER+.
O nosso agradecimento ao Doutor Mauro Figueiredo pelo reconhecimento do nosso trabalho e pela oportunidade de fazermos parte deste fantástico projeto que nos permitiu implementar práticas pedagógicas tão inovadoras.

A Coordenadora do Laboratório de Matemática
Bela Soares